Lunaplena

lunaplena

 

Grupo Carité aposta em nova marca

 

É um dos maiores grupos empresariais portugueses de calçado. Com sede em Felgueiras, emprega 200 pessoas e exporta a quase totalidade da produção para os mais exigentes mercados internacionais. De modo a atingir novos patamares de excelência, o grupo Carité acaba de lançar a Lunaplena, uma marca de calçado de senhora sofisticada que chegará ao mercado já em Setembro próximo.

“A Lunaplena é uma marca de calçado elegante, para mulheres cosmopolitas, que apresentará modelos requintados, com um design moderno e actual, que privilegia boas matérias-primas e excelentes acabamentos”, revelou Reinaldo Teixeira, GEO do Grupo Carité. Nesta primeira fase, a Lunaplena dirigir-se-á aos mercados latinos como Espanha, França e Portugal. Com a aposta na Lunaplena, o Grupo Carité alarga o «portfolio» de marcas, complementando a já existente Tem Toes, uma marca de calçado jovem, unissexo, actualmente em comercialização um pouco por toda a Europa e Japão.

 


Grande crescimento em 2011

Depois de ter crescido 20% em 2011, o Grupo Carité espera manter um desempenho positivo este ano. “Somos uma empresa versátil, que subcontrata em média 12 outras empresas, que possui técnicos altamente especializados, é capaz de produzir vários tipos de calçado - homem, senhora e criança - e que continua a merecer a confiança de grandes marcas internacionais”, sublinhou Reinaldo Teixeira. O ano de 2012 “será muito exigentes, mas esperamos consolidar, pelo menos, os resultados do exercício anterior”, revelou. Uma das particularidades da Carité passa pela conquista de clientes exigentes, que no passado recente produziam em Itália. “Em Portugal somos mais flexíveis, produzimos com uma excelente qualidade e apresentamos um preço global muito competitivo. Só nos falta ter a imagem de Itália, mas também nesse capitulo temos vindo a ganhar protagonismo. A nossa imagem já esteve a quilómetros da italiana, hoje está a poucos metros”, defendeu.

O Grupo Carité vai continuar a privilegiar a aposta no mercado europeu. “O nosso modelo de negócio assenta muito numa reposta rápida e estamos numa posição muito privilegiada para responder ao exigente mercado europeu”. No entanto, novos mercados estão já em equação. “Estamos atentos a novas oportunidades e a fazer o trabalho de prospecção em novos mercados que apresentam um excelente potencial como China e Rússia”.

 

 

Apiccaps

http://www.apiccaps.pt/c/document_library/get_file?uuid=585967c3-7a2b-406c-944a-c65dff41f6c5&groupId=10136