Transporte

carité

 

"Transporte aos trabalhadores é mais-valia"

 

A falta de gaspeadeiras, operárias especializadas na costura das gáspeas (a parte dianteira do calçado), levou Reinaldo Teixeira a investir numa nova fábrica. Desta feita em Celorico de Bastos. Há 23 anos instalados em Felgueiras, onde tem três fábricas da Carité, Reinaldo Teixeira assegura o transporte dos 230 trabalhadores.

A única alternativa, diz, num concelho que conta com 32 freguesias, mas garante que o benefício supera os custos. "É uma mais-valia face a outras empresas que não têm estes serviços, e ajuda a fidelizar os trabalhadores", sublinha.

Na nova fábrica de costura, em Celorico, dá emprego a 30 costureiras, mas está já a formar mais. O objectivo é chegar ao final do ano com outras tantas contratadas.

Com uma produção de diária de 2500 pares por dia, o grupo Carité fornece grandes marcas de luxo internacionais. Produz calçado de homem e senhora, sendo detentor das marcas Stiletto, J. Reinaldo e TenToes.

Prepara-se para apresentar em setembro a sua coleção de criação sob a marca TenToes Júnior.

 

 

Jornal de Notícias

http://www.ctcp.pt/docs/docmediagaleria/40810m.pdf